quarta-feira, 4 de julho de 2012

Fique Linda E Bote Cheiro.

João Silva

Foto Arluce Carvalho
João Silva
O Mestre João Silva, Pernambucano de Arcoverde tem uma longa e profícua história ao lado de Luiz Gonzaga seu parceiro e amigo por décadas.  João tem uma biografia escrita por José Maria Almeida Marques e publicada por Edições Bagaço – Recife. Aos 77 anos continua ativo, produzindo, compondo, cantando e contando causos da sua vida ao lado do Rei do Baião.





Não se pode falar da dupla sem citar os seus maiores sucessos como: Pagode Russo, Danado de Bom, Forró de Cabo a Rabo, Vou Te Matar De Cheiro, Nem Se Despediu De Mim, Deixa a Tanga Voar, Um Pra Mim, Uma Pra Tu.
No seu mais recente trabalho, Sertão Puro, João Silva interpreta suas próprias  músicas que parecem ter sido escritas para Luiz Gonzaga, em algumas basta fechar os olhos e imaginar Gonzaga cantando e ele as cantaria na certa se vivo estivesse. Deste CD fica até difícil escolher a melhor, destaco apenas pela poesia do título Fique Linda e Bote Cheiro.
Saudade Bateu no peito nega


Tá doendo como que
Vontade chegou mais cedo amor
Há tantas coisas pra dizer

Fique linda e bote cheiro amor

Que este mês eu vou lhe ver.
Alem das parcerias com Luiz Gonzaga João Silva é autor junto com Kboquinho de um dos maiores sucessos da música boêmia no Brasil o clássico Pra Não Morrer de Tristeza. Membro da Academia Passa Disco da Música Nordestina e presença marcante nos encontros culturais ali realizados.
Cafezinho de Cuia. De João Silva interpretada pelo autor.

http://soundcloud.com/paulo-carvalho-14/cafezinho-de-cuia
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...